29.1.07

Fantasia ou insanidade?




Fantasiar é bom, é saudável. Mas existe limite para tudo. Muitas vezes fantasiamos momentos e situações que ainda não vivenciamos apenas para tentar conseguir que aquele instante saia de acordo com o nosso roteiro, de acordo com o que almejamos. Seres humanos adoram um roteiro, sabemos disso. Mas isso não significa que fantasiar seja um erro. Como falei antes, é saudável. Adia o nervosismo. Disfarça a ansiedade. É bom.

Contudo, do meu ponto de vista, criar fantasias se torna complicado quando algumas pessoas decidem usar esse mecanismo para se defender, para oferece satisfação aos seus desejos mais secretos (ou mais expostos) e inatingíveis. Tais desejos, meus caros, já deixaram de fazer parte do mundo real, viraram obsessão, e quando a situação chega a esse ponto, sinto informar, mas a loucura tomou conta da situação.

A fantasia pode até ajudar a aliviar a tensão, a trabalhar a imaginação, mas se não for administrada com cautela ela será transformada em insanidade e depois...só o Juliano Moreira!


Entendeu o recado? Espero q sim.


Eliz

F_Eliz Ano Novo!

3 comentários:

Maurício Melo disse...

Entendi não...

Vanessa disse...

Concordo plenamente com o exposto... beijos

Felipe Gesteira disse...

Por isso mesmo sempre defendi meu gosto pelo acaso.